Sto. Inácio

Dá-se com toda a justiça o nome de Autobiografia ao relato que Santo Inácio fez da sua vida ao P. Luís Gonçalves da Câmara. Santo Inácio não escreveu as suas memórias de sua própria mão, mas a reprodução das suas palavras é tão fiel, que é como se ele as tivesse escrito. O P. Câmara e outros historiadores dizem que Santo Inácio as ditou e que o seu confidente as tomou dos seus lábios; expressões estas que nos revelam que este relato, ainda que traçado por pena alheia, conserva toda a espontaneidade de uma verdadeira autobiografia.
 
[Introdução do P. António José Coelho sj]

Autor: Sto. Inácio de Loiola
Consultar PDF
Publicado por Apostolado da Oração