Como ajudar

“A Companhia de Jesus tem muito dinheiro!” ou “Os jesuítas são ricos” são expressões que se ouvem frequentemente. Na verdade, isso está muito longe de corresponder à realidade dos jesuítas em Portugal. As expulsões que sofremos, em 1759, 1834 e 1910, obrigaram-nos a recomeçar várias vezes, praticamente do zero; e as perdas de investimentos com as nacionalizações, em 1975, deixaram a Província Portuguesa numa situação económica muito frágil.